top of page
  • Bora Viajar pelo Mundo

Estância turística de Paraibuna!

Atualizado: 27 de mai. de 2023

Uma cidade que preserva sua história, sua mata, e mantém costumes e hábitos antigos. Se baseia no artesanato, na agropecuária e no turismo. E possui nome de origem indígena, que significa “Rio de Água Escura”. Está é Paraibuna.


Bora lá?



Sua história se inicia em 1666, com um grupo de homens vindos de Taubaté que desciam pelo Rio Paraíba e resolveram para próximo à junção dos Rio Paraibuna e Paraitinga para descansar. Então, ali ergueram uma capela em honra ao santo do dia, Santo Antônio. Alguns se estabeleceram, dando início um pequeno povoado.


Com o tempo, mais pessoas se estabeleceram na região, erguendo suas casas em torno na capela, formando assim o povoado de Santo Antônio da Barra de Paraibuna. Por muitos anos, a região era ponto de parada dos tropeiros e viajantes que transitavam entre o Vale do Paraíba e Litoral Norte.


Rio Paraíba. Foto: Bora Viajar pelo Mundo

Em 1812, Paraibuna foi elevada à categoria de Distrito de Paz, depois em 1832, à Vila de Santo Antônio de Paraibuna, e finalmente em 1857, à cidade.


Paraibuna ao longo de sua história teve diferentes tipos de economia, sendo no início a agricultura de subsistência, depois muda com o surgimento dos engenhos de cana-de-açúcar. Então é substituída pela cultura do café, por esse motivo são criadas grandes fazendas e os famosos casarões no centro da cidade. Com o declínio da cultura do café, o cultivo do algodão foi introduzido nas fazendas, como uma alternativa de renda.


Igreja do Rosário. Foto: Bora Viajar pelo Mundo

Entre 1890 e 1920, a cidade viveu um período de crise, declínio financeiro e pouca evolução. A situação de Paraibuna começa a mudar com a implantação do Porto de São Sebastião e a construção de uma estrada ligando São José dos Campos ao Litoral Norte. Nessa época, diversas famílias mineiras chegaram na cidade e iniciaram a pecuária leiteira.


Na década de 1970, a construção da Represa de Paraibuna alagou diversas terras baixas, prejudicando significativamente a produção de diversos produtos. Muitas pessoas acaram deixando o campo e foram trabalhar na construção da represa. Com o seu término, milhares de trabalhadores perderam seus empregos, muitos retornaram ao campo, buscando uma alternativa na agricultura ou no gado de corte, outros entraram no ramo imobiliário.



A atividade turística ganha impulso, e passa a ser uma grande aposta de desenvolvimento econômico e social, sendo elevada à categoria de Estância Turística do Estado de São Paulo apenas no final de 2021.


Hoje, Paraibuna possui uma economia baseada na agropecuária, no artesanato e, principalmente, no turismo.



DICA

Um destaque da cidade é a Pamonhada de Paraibuna, que começou como uma brincadeira de carnaval lá em 2000, e é mantida até os dias de hoje!


Então já que está chegando essa época de folia, aproveite para visitar Paraibuna, e experimentar a famosa pamonha da cidade!



PONTOS TURÍSTICOS

Passeando por Paraibuna, você pode conhecer a Igreja Matriz de Santo Antônio, o famoso Cemitério Municipal, a Bica d’Água, o Mercado Municipal. E ainda comprar aquela lembrancinha da cidade na Casa de Artesanato Chão Caipira.


Então se você quiser conhecer um pouquinho dessa cidade, te convido a assistir ao meu vídeo sobre Paraibuna!!



Espero que você tenha gostado da nossa viagem por Paraibuna!!


Já fique ligado aqui para conhecer o seu próximo destino! Porque o mundo é muito grande para conhecer apenas um destino.. então bora fazer as malas e botar o pé na estrada!!


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page