top of page
  • Bora Viajar pelo Mundo

Vivenciando novas culturas

Atualizado: 15 de mar. de 2020

Para fechar nossa viagem, vamos explorar mais um pouco de cultura em San Francisco!!!


  • Mission District: também conhecido como The Mission, é o bairro mais antigo de San Francisco, tendo como seu ponto inicial a Misión San Francisco de Asís (Missão São Francisco de Assis), hoje chamada de Mission Dolores, fundada em 1776 pelo Padre Francisco Palóu, ainda quando a Califórnia pertencia a Espanha. O bairro, diferente das outras partes de San Francisco, possui um clima mais quente e ensolarado, que devido sua localização geográfica consegue isolar o nevoeiro e os ventos típico da cidade. Mission District além de ser um marco para San Francisco, ele também é conhecido pela sua comunidade mexicana, e para viver essa experiência e ainda comer comidas típicas, basta passa na 24th Street, onde a influência fica clara com comércio de rua tradicional. O bairro também tem Valencia St como uma das ruas principais e comerciais mais modernas, repleta de lojas descoladas, restaurantes com diversas variedades, bares, livrarias (como Dog Eared Books e Borderlands), entre outros. Além das principais avenidas e dos becos famosos Clarion Alley e Balmy Alley, é possível visitar a fábrica de chocolates Dandelion (aberto todos os dias da semana), Heath Ceramics (possui tour gratuito nas primeiras e terceiras sextas de cada mês), Mission Dolores Park (um dos mais famosos e frequentados de San Francisco, o parque é ponto de entretenimento, lazer, socialização e para assistis filmes ao ar livre. Para maiores informação, acesse o site da praça), Urban Putt (campo de minigolfe interno de 14 buracos, localizado em um edifício histórico, com arquitetura vitoriana), Zuckerberg San Francisco General Hospital and Trauma Center (hospital público) e outras lojas como Best Buy. Hoje, The Mission é uma explosão de cultura, que atrai cada vez mais turistas para suas ruas e parques.


  • Balmy Alley: localizado no Mission District, entre as ruas 24 e 25, Balmy Alley é um beco de arte, que eram pintados pelos artistas como forma de expressão da sua indignação para com os direitos humanos e dos abusos políticos, contendo referência a países e culturas latino-americano. Seu primeiro mural datado de 1972, foi pintado por uma equipe de mulheres que se referiam como ‘La Mujeres Muralistas’. Hoje, o beco está em constante mudança, e aborda uma infinidade de estilos e assuntos, desde os direitos humanos até a gentrificação local (processo de transformação de centros urbanos através da mudança dos grupos sociais ali presentes, em que sai a comunidade de baixa renda e entram moradores de camadas mais altas). Para maiores informações, acesse o site.


  • Clarion Alley: inspirado em Balmy Alley, Clarion Alley é mais um beco de arte em Mission District, entre as ruas 17 e 18, Mission e Valencia. Aaron Noble e Rigo, artistas e residentes locais, tiveram a ideia de transformar as paredes do beco, então convidaram cerca de quarenta artistas, e dessa forma criaram o projeto Clarion Alley Mural Project (CAMP). A manutenção dos murais é prioridade de artistas locais. Durante sua história, que se iniciou em 1992, já foram realizados mais 700 grafites em suas paredes, abordando questões políticas, econômicas e sociais. Para maiores informações, acesse o site.


  • The Castro: mesmo que San Francisco seja considera uma cidade extremamente tolerante, moderna e sem preconceito, e por ter uma importância histórica para a causa LGBT, é em Castro que a comunidade gay está concentrada. A reputação da cidade de ser ‘gay friendly’ surgiu devido ao preconceito sofrido durante a II Guerra Mundial, em que militares americanos suspeitos de serem homossexuais eram encaminhados para San Francisco para serem avaliado e determinado o seu futuro no militarismo, dessa forma, como muitos acabaram ficando na cidade, se formou a primeira ‘trincheira’ gay dos Estados Unidos. Mais tarde, nos anos 70, pela fama de ‘liberal’, houve uma nova migração de jovens para a cidade, criando assim o bairro The Castro. Castro District é um dos maiores e mais famosos bairros gays do mundo. Passando pelo bairro, é possível ver o Twin Peaks Tavern (primeiro bar com janelas da região), The Café (balada em que toda a quarta possui karaokê, na quinta noite latina, e sexta é dedicada às drags RuPaul’s Drage Race), Hot Cookies (loja de biscoito, famosos pelos seus formatos nada ortodoxo), The Beats Store (loja de colares de miçangas), Cliff’s Variety (loja de presentes), Castro Theater (único cinema do século 20 ainda em funcionamento nos Estados Unidos. Para informações de horários e filmes, acesse o site), painel de anúncios históricos (antigamente usado para anunciar os protestos ativistas, e hoje é usado para promover festas e eventos locais. Localizado próximo do Castro Theater), Human Rights Campaign Action Center and Store (antiga loja de Harvey Milk, político e ativista gay norte-americano, hoje sede de uma das principais ONGs da causa LGBT em San Francisco), GLBT Historical Society Museum (museu LGBT que conta a história do ativismo gay e da importância da cidade), a faixa de pedestre colorida (localizada entre as ruas Castro e 18th St.), Seward Mini Park (parque com tobogã para adultos e crianças), Corona Heights Park (antiga fábrica de pedreiras e tijolos, hoje um parque composto por uma diversidade de plantas nativas e não nativas, e lar para vários animais nativos, como o lagarto jacaré do norte ou falcão de cauda vermelha), Randall Museum (museu, localizado no Corona Heights Park, tem foco em ciências, natureza e artes, e é voltado para crianças e viagens educacionais. Aberto de terça à sábado das 10 horas às 17 horas, com entrada gratuita. Para maiores informações, acesse o site), Rainbow Honor Walk (‘calçada da fama’ de Castro, em que possui placas de bronze homenageando pessoas LGBT que se destacaram durante a história), Pink Triangle Park (memorial que homenageia gays que foram mortos durantes a época de Hitler), Farmer’s Market (feira com produtos orgânicos, acontece todas as quartas das 16 horas às 20 horas, na equina da Noe St. com a Market St.), e na época de Natal, não deixe de conferir a Tom and Jerry’s House (os proprietários decoraram o exterior de sua casa com guirlandas, luzes e um pinheiro, e todas as noites o Papai Noel aparece para ouvir os pedidos de Natal).


  • Twin Peaks: área inicialmente utilizada como lugar de vigia, hoje Twin Peaks ou picos gêmeos (pico Eureka – norte, pico Noe – sul) é o segundo ponto mais alto de San Francisco, perdendo apenas para o Monte Davidson, tendo uma das vistas mais lindas da cidade. O mirante é classificado como uma Área Natural, uma reserva protegida para desenvolvimento da vegetação nativa e faz parte dos Parques de Recreação de San Francisco. Para maiores informações, acesse o site.











Nossa viagem termina por aqui! Espero que tenha gostado e despertado a sua vontade em conhecer esse pedacinho do mundo!!!


Fique ligado no próximo post do Bora Viajar Pelo Mundo, que darei algumas dicas!!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page